Bem-vindo ao nosso blog.

Aqui você encontra dicas de saúde e bem estar para uma vida em equilíbrio.

4 de novembro de 2017

Agora é a vez do Novembro Azul com a prevenção ao câncer de próstata!

Ao longo do mês de novembro, é muito comum que nos deparemos com mensagens que destacam a campanha “Novembro Azul”. Ela é promovida por diversas entidades ligadas à saúde, com adesão de empresas privadas, para alertar à sociedade quanto à necessidade de prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata.

A campanha existe para esclarecer muitas dúvidas: Por que é importante prevenir esse câncer? O risco de câncer é alto? Como fazer os exames preventivos? Por que muito homens não fazem o exame? Leia as questões a seguir para esclarecer melhor este importante tema.

Por que uma campanha focada no câncer de próstata?

De acordo com dados no Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens. Em números anuais de casos, fica apenas baixo do câncer de pele não-melanoma). Por isso, devido ao grande número de registros, e que poderiam ser evitados com exames preventivos, entidades de saúde promovem a conscientização dos métodos de prevenção.

Em números absolutos, dados do INCA mostram que, no ano de 2016, foram diagnosticados mais de 61 mil casos no Brasil, com um número elevado de mortes.

O que é a próstata?
A próstata é uma glândula muito pequena, do sistema reprodutor masculino, situada na parte baixa do abdômen, logo abaixo da bexiga e à frente do reto. Seu tamanho e formato são similares ao de uma noz. A próstata envolve a parte inicial da uretra (tubo que expele a urina armazenada na bexiga).

Para que serve a próstata?
Sua função no organismo é produzir parte do líquido que compõe o sêmen, envolvendo os espermatozoides, contribuindo para protegê-los e mantê-los nutridos.

O que é o câncer de próstata?
O câncer de próstata é um tumor maligno que se forma nessa glândula. Ele é mais comum entre os homens com mais de 50 anos de idade.

Quais são as condições e problemas (fatores de risco) que favorecem o câncer de próstata?
Como mencionado, o câncer de próstata é mais comum entre os homens com idade superior a 50 anos e ocorre com mais frequência quando há um histórico de casos na família; pode também ser causado por fatores hormonais e ambientais, e é mais comum entre pessoas com excesso de peso, vida sedentária e com dieta rica em gorduras.

Qual é a causa do câncer de próstata?
Apesar da grande quantidade de estudos sobre o tema, ainda não se descobriu a causa exata do câncer na próstata. O que já se sabe, no entanto, é que ele é mais frequente em homens que apresentam os fatores de risco citados.

Quais são os sintomas de um câncer na próstata?
Na maioria dos casos, o câncer na próstata se desenvolve muito lentamente, levando vários anos até que atinja um estágio avançado. Por isso é fácil diagnosticá-lo com exames preventivos. Mas quando o câncer está avançado, os sintomas mais comuns são dificuldades para urinar, sensação de não conseguir esvaziar totalmente a bexiga, sangue na urina, e em alguns casos, dores ósseas na região.

Como prevenir o câncer de próstata?
Além de se evitar seus fatores de risco (sobretudo os relacionados à dieta alimentar e à vida sedentária), é necessário fazer o exame de toque retal e a dosagem de PSA (Antígeno Prostático Específico) no sangue.

O que é o exame de toque retal e quem o realiza?
É preciso contar com um médico urologista para realizar este exame. Ele precisa tocar a próstata com o dedo indicador através do reto (ânus) para avaliar se ela está inchada ou se o paciente sente alguma dor ao tocá-la. Ele usa uma luva apropriada e um lubrificante.

O exame de toque retal dói?
Não. O exame é indolor, podendo gerar apenas algum desconforto. Mas não dói.

Por que muitos homens não fazem o exame de toque?
Devido às suas características, muitos homens, por razões culturais – ou mesmo por descuido da saúde – não realizam este exame com a devida frequência e são surpreendidos com um tumor.
Uma pesquisa realizada em agosto de 2017 pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) mostrou que:
– 21% dos homens pensam que o exame de toque “não é coisa de homem”;
– 38% dos homens com mais de 60 anos afirmam que o exame “não é necessário”;
– 27% dos homens com mais de 60 anos nunca fizeram este exame.

A pesquisa concluiu que ainda há muito tabu neste tema, devido à maneira como é feito o exame preventivo. Por isso, também conforme a pesquisa, 60% dos casos de câncer de próstata são diagnosticados quando ele está em um estágio avançado.

A partir de qual idade é recomendado que o exame de toque retal seja feito?
Como a maior parte dos casos de câncer de próstata ocorrem após os 50 anos, e como o tumor maligno tende a se desenvolver lentamente (pode levar alguns anos para isso), convém que a partir dos 40 anos todos os homens façam uma avaliação anual da próstata, por meio do exame de toque retal.

Por que é importante fazer o exame preventivo anualmente a partir dos 40 anos?
O exame de toque é altamente eficaz para diagnosticar qualquer problema com a próstata. E a experiência médica comprova que, quanto mais cedo for diagnosticada alguma anomalia na próstata, mais cedo o tratamento contra o câncer pode ser iniciado e as chances de eliminá-lo aumentam bastante, reduzindo muito o risco de morte. Mas é preciso, portanto, diagnosticar o problema o mais cedo possível.

O câncer de próstata tem cura? Como é feito o tratamento?
Sim, este câncer pode ser eliminado. Os resultados serão melhores quanto mais cedo o tratamento for iniciado. Normalmente, este tipo de câncer é tratado com sessões de radioterapia, cirurgia ou tratamento hormonal.

Como prevenir o câncer de próstata?
Quem tem um histórico na família de ocorrências deste tipo de câncer, convém avisar ao seu médico, que indicará os exames necessários à prevenção.
Mas muitas outras causas do câncer de próstata tem uma relação com nosso comportamento, e podem ser evitadas com a adoção de hábitos como:
– Ter uma dieta menos gordurosa e rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais e tomate;
– Manter-se no peso ideal, adequado à altura;
– Não fumar;
– Reduzir o consumo de álcool;
– Realizar uma atividade física de ao menos 30 minutos por dia;
– Após os 40 anos, realizar anualmente o exame preventivo.


 

Clínica Campinas, a tecnologia que você precisa e o cuidado que você merece.

Institucional
%d blogueiros gostam disto: