Bem-vindo ao nosso blog.

Aqui você encontra dicas de saúde e bem estar para uma vida em equilíbrio.

6 de dezembro de 2017

Cuidados com a saúde no verão

Os dias do verão requerem uma série de cuidados especiais com a nossa saúde. As temperaturas mais altas e a maior incidência da luz solar podem afetar diretamente a nossa saúde, provocando desidratação, quedas de pressão, queimaduras na pele, problemas circulatórios, entre outros.

Por isso, vale a pena prevenir-se! Leia a seguir uma série de cuidados que podemos tomar ao longo da estação mais quente do ano:

Proteja a sua pele
Um dos maiores riscos à saúde durante o verão é excessiva exposição aos raios solares. Evite esses excessos! Caso contrário, há grandes riscos de sua pele sofrer envelhecimento precoce e até câncer de pele. As partes do corpo que costumam ser mais afetadas são a face, o pescoço, o colo e os braços. Mas quem exagera nos banhos de sol na piscina e na praia podem sofrer efeitos em outras partes do corpo.

Quais são os raios solares mais nocivos?
Dois tipos de raios ultravioleta (UV) são agressivos à nossa pele: o UVA, que penetra profundamente na pele e é o principal responsável pelo seu envelhecimento, e o UVB, que penetra menos, mas é causador de manchas e de câncer na pele.

O que fazer para proteger a pele?
Há várias recomendações para você manter a pele saudável:
✓ Evite a exposição à luz do sol entre as 10h e as 16h;
✓ Aplique um filtro solar com fator de proteção (FPS) acima de 15, renovando sua aplicação a cada três horas;
✓ Proteja a pele com chapéus, bonés, camisetas, guarda-sóis etc.
✓ Permaneça em ambientes frescos e com roupas leves.

O sol é, então, um vilão à nossa saúde?
Não! Pelo contrário. O sol é um excelente aliado à nossa saúde. O único problema é o excesso de exposição à luz solar e os horários em que a temperatura é alta. Fora disso, é muito importante tomar banhos de sol, pois nosso organismo obtém da luz solar a vitamina D, que melhora a absorção de cálcio e fortalece os nossos ossos. Doenças como a osteoporose podem ser evitadas se você tiver ossos bem calcificados graças à vitamina D. Portanto, tome banhos de sol, mas nos horários certos e na dose certa. 15 a 20 minutos são suficientes.

Beba bastante água
Outro risco à saúde durante o verão é a desidratação. Mas ela pode ser facilmente evitada: basta beber bastante água, ainda que você não sinta sede. O ideal é consumir pelo menos 2 litros de água por dia. Sucos de frutas e água de coco também contribuem para manter o organismo hidratado. Mas preste atenção: refrigerantes e bebidas alcoólicas não entram nessa conta.

Por que a desidratação afeta especialmente aos idosos?
O mecanismo de controle térmico do nosso organismo sofre mudanças com o passar dos anos. E um dos sintomas é a diminuição da sede quanto mais envelhecemos. Por isso é recomendável não esperar ter sede para beber água. Ela sempre será benéfica à saúde. Convém que os idosos ganhem este hábito.

Há outras maneiras de manter o organismo hidratado?
Sim. Além de beber água e sucos, há uma série de frutas que possuem muita água em sua composição, e que favorecem a hidratação do corpo. Vale a pena consumir frutas como melancia, melão, laranja, kiwi, abacaxi, acerola, morango, manga, framboesa, entre outras. Mais de 70% delas são constituídas de água. Além disso, elas incorporam vitaminas e nutrientes ao organismo.

Quais são os sintomas da desidratação?
A falta de hidratação do organismo pode ter uma série de consequências, algumas delas bastante sérias. As mais comuns são:
✓ Sede
✓ Alterações na urina
✓ Fadiga ou sonolência
✓ Dores de cabeça
✓ Alterações na textura e na elasticidade da pele
✓ Câimbras nos músculos
✓ Queda de pressão arterial
✓ Aumento da frequência cardíaca
✓ Irritabilidade
✓ Falência de órgãos

No verão, os exercícios físicos devem ser evitados?
Não. O problema não é fazer exercícios físicos, mas sim fazê-los nas horas erradas, como nas horas mais quentes do dia. Na realidade, os exercícios físicos devem até ser intensificados no verão! Eles contribuem para a circulação do sangue, evitando inchaços que o calor pode provocar em partes do corpo caso elas não se movimentem o suficiente. O importante é não realizar os exercícios nos horários de maior calor. Nos outros, vale a pena mexer-se!

O excesso de umidade também pode ser prejudicial?
No verão o clima costuma ser mais úmido. E o excesso de umidade pode também causar doenças de pele. Os espaços entre os dedos dos pés ou nas axilas estão sujeitos a sofrer coceiras ou rachaduras (as chamadas frieiras). Outra doença de pele comum nesta época é a micose, provocada por fungos encontrados na areia da praia ou nas águas das piscinas.

Que cuidados devem ser tomados para evitar as doenças de pele?
Há outras recomendações que podem ser adotadas para evitá-las:
✓ Quando estiver na praia, use chinelos para caminhar e toalhas ou cangas para deitar sobre a areia;
✓ Após a praia, tome um banho frio ou morno e use um sabonete neutro;
✓ Seque muito bem o seu corpo, especialmente as juntas e entre os dedos dos pés;
✓ Use um creme hidratante para refrescar a pele e evitar que ela descasque.
 


 

Clínica Campinas, a tecnologia que você precisa e o cuidado que você merece.

Saúde
%d blogueiros gostam disto: